Mãe é presa suspeita de usar filhas de 3 e 10 anos para furtar celulares

 

Uma mulher de 34 anos foi presa nesta quarta-feira (13) suspeita de usar as filhas de 3 e 10 anos para cometer uma série de furtos no Distrito Federal. De acordo com o delegado André Leite, houve pelo menos 21 casos em Taguatinga, Samambaia e Ceilândia desde março de 2016 – quando a mulher, identificada como Paula Roberta Pereira Lima, deixou a prisão por crimes do tipo.

O principal alvo eram celulares de funcionárias e clientes de comércios. A mãe não morava com a crianças, cujas guardas de fato pertencem aos respectivos pais. O delegado informou que os furtos aconteciam nos dias em que a mãe as buscava para passear.

“Ela entrava no estabelecimento, fingia interesse na peça, distraía a vendedora e a filha furtava”, disse Leite. “Quem agia mesmo, previamente ajustada, é a garota de 10 anos.”


Comentários

Os comentários estão fechados.