Vereador é impedido de fiscalizar falta de merenda escolar em Itamari; caso foi denunciado ao MP

Dino Lisboa foi impedido de realizar a fiscalização após ter ouvido reclamações de país de alunos da rede municipal de ensino. Segundo as denúncias, os estudantes estão há mais de duas semanas sem merenda escolar e, por causa disso, todos estão sendo liberados mais cedo das aulas.

A inspeção realizada pelo vereador deveria ter sido feita na central de merenda escolar, mas não aconteceu.

Fiquei impossibilitado por dois dias seguidos de fiscalizar, pois, dependia de uma liberação da prefeita. Minha responsabilidade é fiscalizar as contas públicas e atos do executivo. Fui impedido”, relatou o edil.

Após a proibição, Dino prestou queixa na delegacia e encaminhou o caso ao Ministério Público, denunciando a restrição do seu trabalho como improbidade administrativa praticada pela prefeita Pallomma Uzeda.

Fonte: Diário Paralelo


Comentários

Os comentários estão fechados.