No último sábado (23) , em clima natalino, o comerciante Claudionor (nenzinho do gás), distribuiu dezenas de cestas básicas para a comunidade carente de Apuarema. Não é a primeira vez que o empresário tem essa atitude. De acordo com Nem, todos os anos é um compromisso dele doar as cestas básicas para as famílias carentes, uma forma de agradecer a Deus os feitos pelo ano “abençoado”.

Quando questionado sobre suas intenções políticas o mesmo retruca dizendo que não há possibilidade de se envolver no meio político (na posição de candidato) e que seu gesto deveria ser copiado por todos os demais.

“S


Foto: ASCOM

O Prefeito Raival Pinheiro (PP), acompanhado de sua cúpula, inaugurou na tarde deste último sábado (23), a Direasso do José Novaes, que ficará localizada à Rua do Coqueiro (antiga casa de Fiita). O projeto estava no plano de Governo do Prefeito e por diversas vezes apresentados em seus palanques eleitorais. Segundo declarações do próprio Prefeito, será uma de suas maiores apostas de sua gestão.

O objetivo da Direasso é disponibilizar de especialização de mão de obra para os moradores, lazer, cultura, e esporte.  Além de atender às necessidades do Loteamento José Novaes, Rua do Coqueiro , Avenida Massaranduba e Condomínio Raulândia (casas populares). As atividades estão previstas para iniciar no dia 8 de janeiro de 2018, após o recesso , e será comandada por Deivid e Sereaurea.

A Direasso do Bairro vermelho está prevista para ser inaugurada em janeiro de 2018.


 

Na tarde desta última quinta-feira (21) a cidade de Itamari compareceu em massa, para prestigiar o Show de Prêmios do Posto Porto. Tudo isso para recepcionar o empresário Felipe Menezes, que vestido de Papai Noel, levou muita alegria, emoção e presentes para todos os amigos e clientes.

Além de um mine parque montado para as crianças, ainda foram disponibilizados presentes, doces, sucos, água e etc.

Durante seu discurso o proprietário Felipe Menezes lembrou e homenageou o funcionário “Jerry” in memória.

“Confesso que meu coração ficou cheio de alegria pela oportunidade de confraternizar com meus clientes e amigos de Itamari e região. Não ha palavras para agradecer cada abraço e gesto de amor ! Desde já deixo a todos os amigos e clientes a certeza de que Em 2018 estaremos mais juntos e com a força de vontade de oferecer o nosso melhor para todos vocês!” – Agradeceu Felipe Menezes.


A população de Apuarema está preocupada com a qualidade da água fornecida pela Embasa no município. Segundo relatos, após interrupção no fornecimento, que por sinal é corriqueiro, a água retornou à tubulação na última quarta-feira (20) com cor escura e mau cheiro. De acordo com informações dos próprios usuários, a ocorrência foi registrada em diversos bairros da cidade localizada no município. 

 


 

O governador Rui Costa anunciou nesta sexta-feira (22), durante a inauguração da Policlínica Regional de Jequié, a ampliação do Hospital Prado Valadares, também situado no município, de forma que a unidade componha um “tripé” com os hospitais de Jaguaquara e Ipiaú. “Mais do que a duplicação do tamanho do hospital, vai ser um dos maiores hospitais da Bahia, nós estamos qualificando o Prado Valadares para fazer serviços de alta complexidade, que não fazia até aqui”, afirmou Rui, citando como exemplo equipamentos de tomografia computadorizada e ressonância magnética, que não existia no hospital. O governador acrescentou que os hospitais de Jaguaquara e Ipiaú também passarão por adequações, por meio de convênios com a administração dos dois municípios. “O nosso planejamento esse tripé de hospitais deve responder pelo volume de serviços na região. O Prado sendo o hospital de maior complexidade, e o hospital de Jaguaquara e Ipiaú, com as intervenções que nós vamos fazer, ganhando uma produtividade maior, uma eficiência maior, e um número maior de procedimentos”, disse Rui.

 

Fonte: GiroemIpiau


Mais de um mês após aparecer em um vídeo fazendo um comentário racista, o jornalista William Waack deixou o quadro de funcionários da TV Globo definitivamente. A informação foi divulgada pela emissora  nesta sexta-feira (22), assinado pelo diretor de jornalismo da TV Globo, Ali Kamel e pelo ex-âncora do “Jornal da Globo”.

 

“A TV GLOBO e o jornalista decidiram que o melhor caminho a seguir é o encerramento consensual do contrato de prestação de serviços que mantinham”, diz o comunicado divulgado pela emissora.

No mesmo texto, o jornalista nega que teve o objetivo de fazer ofensas raciais. “Em relação ao vídeo que circulou na internet a partir do dia 8 de novembro de 2017, William Waack reitera que nem ali nem em nenhum outro momento de sua vida teve o objetivo de protagonizar ofensas raciais. Repudia de forma absoluta o racismo, nunca compactuou com esse sentimento abjeto e sempre lutou por uma sociedade inclusiva e que respeite as diferenças”, diz outro trecho.


 

O juiz Francisco Pedro Jucá, da 14ª Vara do Trabalho de São Paulo (SP), condenou uma mulher a indenizar a pagar R$ 15 mil dos honorários advocatícios e custas processuais da Falcon Distribuição, aonde trabalhou. Ela acionou a empresa na Justiça requerendo reintegração após ser demitida. A decisão que onerou a trabalhadora foi embasada na Reforma Trabalhista. O valor corresponde a 10% da causa, de R$ 127 mil, além de custas processuais. Na ação, a trabalhadora afirma que sofreu um acidente de trabalho em março de 2017, quando se encontrava em um hotel em Belo Horizonte (MG), onde escorregou em piso molhado e teve uma ruptura muscular. Foi deferido a ela auxílio-doença pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) até maio de 2017. Dispensada sem justo motivo, em junho do mesmo ano, ela recorreu à Justiça requerendo reintegração aos quadros funcionais da empresa ou indenização substitutiva equivalente. O advogado Ernane Nardelli, representando a Falcon, contestou a alegação do acidente, demonstrando que a empregada teria tido uma ruptura decorrente de uma fadiga muscular quando se dirigia a um restaurante. “Na verdade, não foi um acidente e sim um incidente (esforço físico), sem qualquer relação com o trabalho. Não havendo acidente de trabalho, não haveria qualquer estabilidade acidentária, sendo indevida a reintegração”, pontuou em sua defesa. O juiz reconheceu tal argumento e entendeu que não foi caracterizado qualquer acidente. “Cabia à reclamante, nos termos do artigo 373, II, da CLT, comprovar as alegações trazidas na exordial, quanto ao acidente sofrido, todavia a demandante não produziu quaisquer provas que pudessem formar o convencimento do Juízo acerca da ocorrência do alegado sinistro”, destacou o magistrado. Desta forma, julgou improcedente o pedido de reintegração e pagamento de salários prevista no artigo 118 da Lei 8.213/91. Utilizando-se da reforma trabalhista, especialmente do §3º do artigo 790 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), indeferiu a gratuidade processual por ausência de provas nesse sentido. Além disso, Francisco Pedro Jucá aplicou o dispositivo contido no artigo 791-A da CLT, condenando a trabalhadora ao pagamento de honorários sucumbências no porcentual de 10% do valor atualizado da causa (R$ 127.534,40), além das custas processuais no valor de R$ 2.550,68.6, o que equivale a R$ 15.304,12.

BahiaNoticias

 


 

“Estou servindo a Jesus. Fizeram uma covardia comigo”, se defende Jorge Maicon Souza Pinto, 23 anos, o Chuchu, enquanto segura um bíblia com as mãos algemadas. Ele e outras duas pessoas foram presas acusadas de matar o agente penitenciário Paulo Sérgio Souza Silva, durante um assalto no dia 24 de agosto deste ano, em Castelo Branco.

Jorge e Franklin Anderson Barros Marques, 21, foram apresentados à imprensa na manhã desta sexta (22) no Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro da Pituba. Além deles, José Augusto Oliveira, o Galego, também foi preso pela participação no latrocínio (roubo seguido de morte).

Segundo a polícia,  o trio abordou Paulo Sérgio para tomar o carro da vítima e José Augusto foi o responsável pelo tiro que matou o agente penitenciário. “O agente foi baleado quando eles perceberam que a vítima carregava uma arma na cintura”, explica o delegado Odair Carneiro, da Delegacia de Crimes Múltiplos do DHPP. Os suspeitos tiveram suas prisões temporárias decretadas pela 4° Vara Crime.

De acordo com as investigações, que incluem imagens de câmeras e depoimentos de testemunhas, o carro do agente penitenciário seria usado para roubar uma carga de eletrodomésticos. “Eles já tinham roubado um Celta no dia anterior e precisavam trocar de carro para posteriormente roubarem a carga. Foi quando cruzaram com a vítima” , acrescenta Carneiro. Todos os três têm passagem por roubo.

O primeiro a ser preso foi José Maicon no dia 8 deste mês, quando se apresentou no DHPP. “Com base nas informações dele chegamos aos demais”, conta o delegado.  Em seguida, o segundo mandado de  prisão foi  cumprido. José Augusto foi levado para a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DHPP), após tomar um carro de assalto no bairro de São Marcos, no dia 20. Já Franklin foi encontrado no bairro da Lapinha também no dia.

Durante coletiva à imprensa, que contou com a participação do superintendente de Gestão Prisional da Secretaria de Administração Penitenciária da Bahia (Seap), major Júlio César Ferreira Santos, e o diretor da Cadeia Pública, Marcelo Neri, Jorge Maicon e Franklin negaram participação na morte do agente penitenciário. “Eu não fiz nada. Me colocaram nessa ‘laranjada’. Estou indo para igreja, me consertando”, diz Jorge. “Trabalho como ajudante de pedreiro com meu pai. Eu não fiz nada”, declara Franklin.

Correio24hs


 

O Prefeito Raival Pinheiro (PP), sancionou no último dia 19 de dezembro de 2017, a lei nº 321 que institui o Dia da Cultura Evangélica. O projeto de lei é de autoria da Vereadora Aerveles Bastos Amorim (PSC) e votada por unanimidade na casa legislativa.

O calendário dos evangélicos já conta com três datas exclusivas, sendo elas o segundo domingo de setembro (comemorado o dia dos evangélicos), o dia da bíblia, que é comemorado em dezembro e agora o dia da cultura evangélica.


 

A Prefeitura Municipal de Apuarema confirmou à nossa reportagem que a partir de janeiro de 2018, os veículos som automotivos, só poderão circular no município de Apuarema com seu som ativo, se estiver com um alvará autorizado pelo executivo. Ou seja, os proprietários deverão procurar o setor de tributos da prefeitura para solicitar e sanar qualquer duvida posteriormente apresentado.