O Vereador e Presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Apuarema, Marcos Hurange (PMDB), usando a tribuna livre, na sessão ordinária, fez questão de apresentar as ações que vem desempenhando a frente da Presidência da Casa Legislativa. Após relatar as inúmeras irregularidades e situações adversas que encontrou da antiga gestão, o Presidente fez questão de pontuar os avanços e projetos futuros.

 

A gestão do líder da situação a frente do legislativo tem sido reconhecida até mesmo por seus adversários da bancada da oposição. Além de uma equipe de profissionais excelentes no administrativo, a casa investiu recentemente na transparência de suas ações, transmitindo ao vivo as sessões ordinárias e extraordinárias através dos veículos de comunicação (Site Apuarema24horas e Rádio Apuarema FM).

 

 


Após ser publicada uma matéria na tarde deste sábado, (01), relatando a situação dos moradores da região da Ferrugem, que estão ilhados por conta da ponte rompida na madrugada deste sábado, causada pela forte chuva que tem se instalado em Apuarema e Região.

O Prefeito Raival Pinheiro, (PP), esteve pessoalmente e imediatamente na localidade, acompanhado do Secretário de Obras e Infraestrutura, Brejeirinho, para ver e ouvir de perto os moradores e avaliar a situação. Após visita, o Prefeito Raival Pinheiro garantiu a população da Ferrugem que nesta segunda-feira (03), caso o tempo não esteja chuvoso, a equipe da Secretaria de Obras vai realizar iniciar a construção de uma nova ponte na localidade.

“Fiz questão de visitar a comunidade da Ferrugem e acompanhar o Secretário de Obras e Infraestrutura na avaliação da localidade. Se o tempo não estiver chuvoso na segunda, iremos iniciar as obras para a construção de uma nova ponte para aquela comunidade!” – Garantiu o Prefeito Raival.

 

 

 

 

 


 

Moradores de várias ruas, na zona urbana de Apuarema, estão convivendo com a falta de água há cerca de cinco dias. Durante esse período, a população reclama pelos aumentos “abusivos” nas faturas de água.

Como a falta de água tem atingido praticamente toda comunidade, vizinhos estão compartilhando o pouco que ainda tem, mas ainda assim, algumas famílias precisam comprar água para suprir as necessidades.

“O pouco que pode comprar, a gente compra, porque se não comprar, não acha. A gente compra água para tomar banho, para tudo”, contou outro morador do Bairro José Novaes.


 

Moradores da Região da Ferrugem, distrito de Apuarema, estão “ilhados” após o rompimento da Ponte do acesso à comunidade. Segundo o cinegrafista amador, que gravou o vídeo enviado a redação do blog Apuarema 24horas, o problema ocorreu devido às constantes chuvas que tem caído sobre a região de Apuarema. A situação aconteceu na madrugada deste sábado, quando a chuva intensa provocou o rompimento da ponte.

“Estamos aguardando a resposta do Prefeito Raival… Os moradores estão sem poder sair!” Diz cinegrafista.

 

 


 

O Vereador Willian Vital (PPS), líder da bancada de oposição na Câmara de Vereadores de Apuarema, durante o grande expediente voltou a queixar-se do Governo Temmer e suas ações concernentes a Reforma Previdenciária.  Ainda em seu discurso o edil ressaltou a importância da comunidade a frente dos protestos e se colocou a disposição da sociedade organizada para lutar contra a reforma.

 

 


 

O Vereador Jaldo Santos Braga (PR) em seu discurso, durante a sessão ordinária na Câmara de Vereadores, nesta última terça-feira (28), após ressaltar os pontos positivos de seu mandato, fez questão de exaltar dentre vários aspectos do Governo Raival, e em especial o sucesso do Projeto Cultura e Comunidade, Projeto Piloto da Diretoria de Cultura, que é ligada a Secretaria de Educação, em Parceria com o Prefeito Raival, que tem realizado nos finais de semana apresentações em Praça pública com os artistas da terra. Segundo Jaldo, além da importância na valorização dos artistas, os comerciantes e ambulantes tem elogiado, devido ao aquecimento da economia no comercio local.

 

 


O presidente Michel Temer vai sancionar o projeto de lei que regulamenta a terceirização no País. A proposta que foi aprovada pela Câmara, na última quarta-feira (22), é considerada muito dura. Temer estava disposto a esperar a aprovação de um projeto mais brando, no Senado, mas desistiu por pressão de empresários e deputados.

O núcleo político do governo quer que Temer sancione o projeto sem vetos. O presidente pode, porém, retirar alguns trechos do texto, com o objetivo de abrir caminho para a inclusão das chamadas “salvaguardas” aos trabalhadores.

O plano é que essas garantias sejam incorporadas por meio da reforma trabalhista, que tramita na Comissão Especial da Câmara. Entre as propostas que podem ser incluídas está a que prevê maior responsabilidade de empresas contratantes em relação aos pagamentos dos direitos dos terceirizados.

Fonte: CorreiodaBahia


 

A conta de luz do consumidor em todo o país vai cair até 20% em abril, por conta da devolução de uma cobrança indevida de energia atrelada à usina nuclear de Angra 3. A decisão anunciada nesta terça-feira (28) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) atinge todas as distribuidoras de energia, com exceção de apenas três empresas, a Sulgipe, a Companhia Energética de Roraima e a Boa Vista Energia.

A queda ocorrerá apenas no mês de abril. Com a decisão, a conta de luz do consumidor residencial da Eletropaulo, de São Paulo, cairá 12,44%. No caso da Light, do Rio de Janeiro, a queda será de 5,3%. A Cemig, de Minas Gerais, vai cortar em 10,61% a sua tarifa de abril. A CEB, de Brasília, terá redução de 5,92%.

A queda varia entre cada uma das distribuidoras por conta dos diferentes prazos de cobrança da energia de Angra 3. No caso da Eletropaulo, por exemplo, o valor foi cobrado indevidamente por nove meses.

A usina termonuclear está em construção no Rio de Janeiro e só deve ficar pronta a partir de 2019, mas acabou entrando irregularmente nas cobranças de conta de luz. Os valores que serão devolvidos chegam a cerca de R$ 1 bilhão e foram devidamente corrigidos pela taxa Selic dos períodos cobrados.

Fonte: Correio24hs


 

Cerca de 20 minutos depois de assaltar a Distribuidora AM, no bairro Aloísio Conrado, a Polícia Militar conseguiu identificar o suspeito e prendê-lo em flagrante. A prisão de Welligton de Jesus Nascimento foi realizada por agentes do Serviço de Inteligência (Soint) e a Guarnição Delta do PETO, na Rua do Honório, bairro Euclides Neto.

O mesmo elemento é suspeito de ter cometido um arrastão na noite do último domingo (26) em Apuarema. Segundo informações do proprietário do estabelecimento, o suspeito Welligton , foi reconhecido por testemunhas.

Com Welligton, conhecido também pelo vulgo de “Bunda de Urso”, a polícia encontrou um simulacro (arma falsa) e uma moto roubada em Gandu, placa JRC-0529. Uma pequena quantidade de dinheiro também foi encontrada com o assaltante. Contra ele também havia um mandado de prisão aberta da Comarca de Ibirataia.

Welligton já possui passagens por uma série de roubos em Ipiaú e cidades do Baixo Sul Baiano. Em maio do ano passado ele foi preso em Teolândia acusado de roubar motocicletas. À época, o caso ganhou repercussão pela forma como o assaltante agia (relembrar). De acordo com investigações da polícia, ele fingia ser pastor evangélico, ganhava a confiança das pessoas e depois praticava os roubos.)


 

A obra que custou R$ 128.844,38 (cento e vinte e oito mil, oitocentos e quarenta e quatro reais e trinta e oito centavos) dos cofres do município nunca saiu do papel. De acordo com declarações feitas pelo vereador Guilardo, na sessão da última segunda-feira (20), todo o valor foi pago à empresa “Joelma Souza Santana – ME (Grupo Ladeira) para que a mesma construísse uma central de processamento de resíduos sólidos na cidade, conforme contrato 047/2014.

A denúncia do edil veio à tona após uma visita no local onde todo o dinheiro seria investido, mas nenhuma obra parecida foi encontrada.

Por causa da obra “fantasma”, o prefeito Isravan Lemos Barcelos já foi citado pelo Tribunal de Contas dos Municípios, para prestar esclarecimentos para onde foi o dinheiro e a obra.

Foi constatado ainda que, por falta da obra já paga pela prefeitura o chorume que escoa do lixo, pode estar contaminando o rio Órico, e pode afetar a saúde dos moradores de Ibirapitanga e Travessão, que consomem a água, que é captada do rio.

 

Fonte: Diário Paralelo